Com grande satisfação recebemos a publicação no DOU da revisão da RDC 64/2009 da ANVISA.

Mais um passo importante para a Medicina Nuclear no Brasil, para a Indústria de Produção de Radiofármacos e principalmente para os pacientes brasileiros.

Segundo a Dra Désirée Zouain, Coordenadora de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da R2IBF: "Com a publicação no DOU da RDC 451, de 16/12/20, e das Instruções Normativas IN 80 e IN 81, a R2IBF poderá envidar esforços para trazer ao país novos e inovadores radiofármacos para diagnóstico e, um novo desafio para a organização, investir em P&D para teranosticos, no modelo já consagrado por nossa organização de “inovação aberta”, em parceria com instituições nacionais e internacionais. É um momento de grande importância para o país. Esta nova regulação para a indústria de radiofármacos no Brasil abre as portas para o acesso dos pacientes brasileiros ao que há de mais inovador não só para a oncologia, mas também para outras áreas da medicina. Vamos aos novos desafios!"

Confira a íntegra das publicações nos links:

https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/resolucao-de-diretoria-colegiada-rdc-n-451-de-16-de-dezembro-de-2020-295779110


https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/instrucao-normativa-in-n-81-de-16-de-dezembro-de-2020-295779860


https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/instrucao-normativa-in-n-80-de-16-de-dezembro-de-2020-295779733

#r2ibf #saude #humanizacao #deteccaoprecoce #nuclearmedicine #medicina #oncologia #petct #medicinanuclear #diagnostico #petscan #imagem

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo