DRA DESIREE ZOUAIN - COORDENADORA DE P&D&I – R2IBF

Atualizado: Mar 23

Centros de excelência brasileiros reunidos para estudo inédito

no país com radiofármaco para diagnóstico de demências



A demência tem sido considerada a doença do século. Recentemente, diversos artigos científicos e periódicos, como um artigo recente publicado no jornal "Folha de São Paulo", no Brasil, destacam o excesso de "Alzheimerização" de doenças mentais, o que pode estar dificultando o tratamento dos pacientes e desperdiçando recursos escassos.


Essa mesma conclusão pode ser extraída dos resultados de inúmeros esforços científicos internacionais, como o IDEAS - Demência-Evidência para Digitalização Amiloide,

que visa avaliar a utilidade clínica e o impacto dos exames de imagem PET-amilóide no tratamento de pacientes com diagnóstico de demência e seu desfecho clínico. Ao todo, espera-se que mais de 18.000 beneficiários do Medicare com mais de 65 anos com prejuízo cognitivo leve (IMC) ou demência de causa incerta atendam aos Critérios de Uso Adequado - AUC para testes PET-amilóide.


O estudo inclui três radiofármacos aprovados pela FDA para imagem PET-amilóide: F-18 Florbetapir (Amyvid), F-18 Flutemetamol (Vizamyl) e F-18 Florbetaben (Neuraceq). Dados preliminares do estudo foram divulgados em 2017, onde cerca de 4.000 participantes foram avaliados para mudanças na conduta médica. Os dados mostraram uma mudança na gestão médica em 67,8% dos pacientes com IMC e 65,9% dos pacientes com demência. Em outubro de 2018, durante a Conferência de Ensaios Clínicos sobre Doença de Alzheimer, os resultados da primeira fase do estudo foram divulgados.


Com um total de 11,409 pacientes com idade média de 75 anos e a maioria deles eram brancos. A Doença de Alzheimer (DA) foi a patologia mais suspeita em 73% dos 6.905 pacientes com IMC e 83% dos pacientes com demência de etiologia incerta. No geral, 44% dos pacientes estavam em tratamento para AD na linha de base. As imagens foram positivas em 55% dos pacientes com IMC e 70% com demência. O exame mudou o manejo clínico em 61% dos pacientes (7,018), incluindo 60% com IMC e 63% com demência. A maioria das mudanças envolvia o ajuste de drogas. Os medicamentos da DA foram introduzidos em 44% dos pacientes com IMC e 45% dos pacientes com demência, enquanto os medicamentos para outras causas de demência foram iniciados em 22% e 25% dos pacientes, respectivamente.


No Brasil, estima-se que ocorram 55 mil novos casos de demência a cada ano, a maioria de DA. Entre as causas da doença está o próprio envelhecimento populacional, segundo o doutor Renato Bandeira de Mello, membro da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG). Em várias reuniões com especialistas no Brasil, eles consideram relevante trazer ao país a discussão sobre os reais benefícios da imagem PET-amilóide. Assim como nos EUA, para poder inserir posteriormente exames de imagem PET-amilóide no mercado brasileiro, incluindo a cobertura de reembolso tanto por planos privados de saúde quanto pelo Sistema Único de Saúde do governo brasileiro, é necessário demonstrar evidências de que o uso de PET-amilóide é racional e necessário para o diagnóstico ou tratamento de beneficiários portadores de demência ou doença neurodegenerativa. Nos EUA, o estudo em andamento é coberto pelo Medicare e é liderado pela Associação de Alzheimer e gerenciado pelo American College of Radiology.


É por essas razões que a R2IBF se esforçou para estabelecer uma parceria com a Life Molecular Imaging para obter autorização para produzir o Neuraceq™ no Brasil nessa parceria da R2IBF com o InsCer/PUCRS.


Sem dúvida, a reunião de abertura deste projeto foi um evento marcante para a Medicina Nuclear e a Neurologia Brasileira. Nunca antes foi possível reunir oito centros de excelência em Medicina Nuclear no Brasil com o objetivo de um estudo que possa iniciar um importante movimento para a introdução de novos traçadores PET na neurologia.


Vamos seguir em frente! A R2IBF está sempre atenta aos estudos e aos novos radiofármacos que podem fazer a diferença para os pacientes em nosso país.

76 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo